Al Hirschfeld – O mago criador da mais perfeita linha

May 30, 2014 by


New York, 05 de dezemdro – 2013

Existem pessoas que são a cara de Nova York. Toda cidade tem isso, Silvio Santos não é a cara de São Paulo? Hebe Camargo e Rita Lee também? Tom Jobim e Danuza Leão são a cara do Rio. Milton Nascimento é a cara de Minas. Em Nova York existem dezenas de pessoas que espelham a cidade na sua maneira de ser e consequentemente o trabalho artístico deles é inspirado pela cidade. Quer ser mais novaiorquino do que Woody Allen? Vai ser difícil. O cara nem gosta de sair da cidade.

O artista Al Hirschfeld que foi o desenhista e caricaturista mor do mundo artístico americano e principalmente da fauna dos teatros da Broadway é um desses tubarões novaiorquinos. Ele não nasceu em Nova York (nasceu em St Louis, Missouri em 1903) mas mudou muito jovem para a cidade para estudar na Art Students League of New York, que é uma das escolas de arte mais antigas da América. Ele casou duas vezes, primeiro com Dolly Haas, sua primeira mulher e famosa atriz européia. Com Dolly ele teve sua única filha chamada Nina que foi sua musa. Mais tarde ele casou com Louise Kerz que sabia tudo de teatro. Al morou na Europa (Londres e Paris) no início de sua carreira e quando voltou para os Estados Unidos ele começou a desenhar para os jornais New York Herald Tribune e The New York Times, e mais tarde para as revistas Life Magazine, Look Magazine, The New York Times Magazine, entre outras.

 O que distingue o seu traço dos outros caricaturistas é a elegância da sua linha de nanquin preto sobre o papel branco. Não era seu estilo distorcer muito o rosto dos personagens. O trabalho todo tem fluidez e é como se fosse uma brisa soprando a pena de nanquim e marcando a folha branca. A característica mais pitoresca dos desenhos é o fato de Al ter usado o nome da filha Nina para brincar com o espectador: nos seus desenhos nota-se que ele assina seu nome seguido por um número. Este número dá a dica de quantas vezes ele usou o nome da filha Nina camuflando-o no meio das linhas do desenho e é para você procurá-los. O nome apareceria no mínimo uma vez em uma manga, em um penteado ou em algum lugar escondido no fundo do desenho. Se não existe o número depois da assinatura do artista, ou o nome NINA aparece uma vez só, ou o desenho foi feito antes de ela nascer.

Al Hirschfeld retratou praticamente todos os artistas que atuaram nos musicais e peças de teatro da Broadway e também estrelas de Hollywood e outras estrelas de todo o tipo, políticos, bailarinos, músicos de jazz, música pop e rock & roll. Há dez anos atrás você podia encontrar seus desenhos originais à venda numa pequena galeria na Avenida Madison por 900 dólores. Hoje, o preço deve estar muito acima disso.

Hirschfeld morava no número 122 East da rua 95, em Manhattan. Ele morreu com 99 anos de idade de causas naturais em sua casa em 20 de janeiro de 2003.


Existe um documentário maravilhoso sobre Al Hirschfeld chamado “The Line King” – assista aqui:

Mais informações neste link:
http://www.alhirschfeld.com/index2.html

Read Comments      Comment

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*

Follow Luiz

Get every new post about Luiz's art delivered to your Inbox.

Join other followers: